O número de transações eletrônicas que realizamos todos os dias é cada vez maior. Essas operações são utilizadas para o processamento de dados e para a troca de documentos e mensagens entre empresas, governo e cidadãos.

No entanto, essas ações necessitam da adoção de mecanismos de segurança, capazes de assegurar a autenticidade, a segurança e o sigilo das informações. Nesse sentido, é importante utilizar ferramentas que ajudem a proteger as transações on-line.

Preparamos este artigo para auxiliar na proteção dos seus documentos contra vários tipos de ameaças e para diminuir os riscos do seu negócio. Acompanhe!

Segurança da informação

Nos dias atuais, as informações são tidas como o principal patrimônio de uma empresa. Esse patrimônio, contudo, está sob constante risco e precisa ser protegido contra perda, roubo e fraudes, entre outros.

A informação é um bem que não se danifica nem se deprecia com facilidade. O que aconteceria, por exemplo, se a sua empresa perdesse todas as informações referentes aos clientes, fornecedores ou mesmo sobre os registros dos seus colaboradores?

As consequências seriam drásticas, causando prejuízos financeiros ou até mesmo o fim do negócio.

Por isso, é vital que a empresa zele pela segurança da informação, buscando reduzir ao máximo os riscos.

Certificados digitais

Uma das ferramentas mais utilizadas, hoje, para garantir a segurança de arquivos eletrônicos é o certificado digital.

Ele funciona como uma carteira de identidade eletrônica que serve para autenticar e assinar documentos digitalmente e cumpre a função de associar uma pessoa ou empresa a uma chave pública.

Essa chave possui algoritmos criptográficos que permitem assegurar tanto a autenticidade quanto o sigilo das informações por eles protegidas.

Plataformas seguras

Antes de escolher a plataforma com a qual a empresa vai trabalhar, é preciso avaliar os critérios de segurança utilizados e verificar se atende às suas necessidades.

Um bom software deve oferecer uma estrutura que permita realizar transações on-line de maneira prática, dinâmica e segura, estreitando as relações com os clientes. 

Também deve integrar controles capazes de preservar a integridade dos dados nele incluídos e disponibilizar armazenamento em nuvem, backups automáticos etc.

Ajuda profissional

Outro ponto essencial é contar com ajuda profissional. Os mecanismos usados pelos fraudadores são muitos e bastante avançados, de forma que pessoas sem o devido conhecimento não conseguem, sozinhas, combater os ataques virtuais.

Para não ficar vulnerável diante de tais riscos e não vir a ter prejuízos enormes, busque ajuda de empresas que possam prestar assessoria quanto ao uso de plataformas inteligentes e formas de garantir o sigilo das suas transações virtuais.

Dessa forma, a sua empresa estará protegida contra hackers que a todo momento tentam invadir os sistemas para roubar dados.

Riscos

A perda de informações sigilosas pode acontecer de muitas formas, como, por exemplo: o servidor pode queimar, o HD pode travar, um vírus pode invadir o computador e roubar os dados, um hacker pode invadir o sistema da corporação, entre tantas outras.

Antes que qualquer uma dessas ameaças aconteça, o ideal é que a organização mapeie todos os riscos — por mais absurdos que possam parecer — e elabore um plano de ação para diminuir ao máximo as possibilidades de que eles aconteçam de fato.

E então, como está o sigilo das informações no seu empreendimento? Deixe um comentário abaixo e compartilhe com a gente a sua experiência!